Skip to content

Definições Administrativas: GT3, FN3 e MN1


A liga por meio de reuniões com chefes de equipe e com membros da administração delibera sobre os acontecimentos das categorias GT3, FN3 e MN1.

Segue decisão comentada:

Sobre a GT3 – O “bug”  apresentado no final da segunda volta, derrubava pilotos que o servidor considerava sem dados enviados, a prova teria um total de 7 voltas, e quando a administração verificou o problema imediatamente parou a etapa e decretou “bandeira vermelha”, organizando os pilotos na posição do encerramento da volta dois e refazendo a etapa, porém o mesmo problema se apresentou novamente no final da segunda volta forçando  encerramento prematuro da etapa e posterior análise do ocorrido. Foram completadas, de forma independente 4 voltas das 7 previstas e mais de 32 minutos de etapa.

A conversa com os chefes de equipe e com membros da administração da liga trouxe as informações necessárias para a tomada de decisão respeitadas todas as opiniões fica determinado que:

  • O caso é omisso ao regulamento que prevê bandeira vermelha apenas no artigo 6.6.1 e 6.6.2, quando da queda do servidor (o que não ocorreu).
  • Porém o Artigo 1.34 diz que: “Casos omissos a este regulamento serão analisados usando como parâmetro os regulamentos de campeonatos reais similares ou decisão fundamentada, emanada de órgão colegiado a ser constituído preferencialmente por membros da Diretoria da NeoBR-AV, para tal finalidade.”
  • Buscando fundamentos para a solução do problema consideramos que: Em primeiro lugar a direção considerou como bandeira vermelha a parada da prova, interrompendo a prova momentaneamente e recomeçando com o número de voltas faltantes para a conclusão da etapa, validando assim as voltas ocorridas na primeira parte. Em segundo lugar não há no regulamento algo específico sobre o acontecimento, portanto deve prevalecer o bom senso. Em terceiro lugar por similaridade, a definição de “bandeira vermelha” e sua continuação valida a etapa, os pilotos mativeram-se somados mais de 30 minutos em sessão de corrida e decorreram episódios, acidentes, abandonos, e ausências que devem ser levadas em consideração e que são únicos, portanto a não validação deve ser sempre uma opção última e extremada onde não houver mais alternativas.
    • Fica dessa forma decidido que por similaridade a etapa foi concluída com 50% dos pontos validados para os participantes e estabelecemos um critério válido para todas as categorias a partir deste caso inédito, haverá o compromisso de acrescentar no regulamento item que direcione a uma solução mais rápida.

Sobre MN1 e FN3 – As etapas não completaram o 50% disposto em regulamento, ficando bem abaixo dessa previsão na FN3 e na MN1 o evento precisou ser cancelado antes do seu início, por falta de calendário as etapas foram definitivamente canceladas e cada piloto da categoria presente na etapa da FN3 e, participante do campeonato da MN1, terá em sua categoria um desconto promocional proporcional a etapa não conclusa no ano de 2017 no Racer Clube. Para o ano de 2017 será inserido no regulamento um descarte, que poderá ser utilizado também, na quando da não conclusão de uma etapa como forma de amenizar os prejuízos.

Reiteramos que foram levados em consideração vários aspectos e tentamos ser coerentes com aquilo que pregamos e acreditamos, sem atentar para aspectos individuais, mas primando pelo bem maior da liga e categorias envolvidas, desde já agradecemos a compreensão de todos quanto a decisão da liga.

Atenciosamente;

Jesias Meira Souto.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: