Skip to content

Estreia de gala


Com duas baterias de tirar o fôlego, Rafael Borgosman e Enrico Espada vencem em Campo Grande

Por Vinicius Vianna

GRAB_009

De volta ao cenário nacional, o Autódromo Internacional Orlando Moura recebeu a FN3 de braços abertos para a abertura da temporada 3. Com um traçado semelhante a outras praças do automobilismo nacional, o autódromo inaugurado no dia 5 de agosto de 2001, tem uma das maiores retas dos traçados nacionais com quase 1km de extensão: um convite quase que perfeito e irrefutável para os pilotos que estão começando a jornada na NeoBR. Nas duas baterias, emoção não faltou. A primeira teve vitória de Rafael Borgosman (Schnell), com Anderson Benate (HBS) em segundo e Samuel Pontes (BSP) fechando o pódio. Na 2ª bateria, Dennis Batista (Black Wings) foi ao ponto mais alto, seguido de José Jadson (HBS) e Enrico Espada (Black Wings).

Com um carro desafiador e com 30 pilotos em pista, largar a frente sempre é uma vantagem. Sabendo disso, os pilotos partiram para os 10 minutos da sessão classificatória. A pole provisória, foi ocupada por Enrico Espada (E. Espada Racing), sendo logo superado por Borgosman com 3 minutos de sessão classificatória. Espada retoma a dianteira na metade do treino, mas o já veterano #240 retoma a dianteira e crava a pole definitiva. Na largada, Bosgosman se mantém a frente enquanto na curva 1 Augusto Tristão (PepperSim) acaba rodando após um toque com Ricardo Prediger (Schnell), caindo para as últimas colocações. Benate se dá bem na largada e pula para 2º, ganhando 3 colocações.

Pontes consegue subir para a 5ª posição após uma ousada e bela manobra por fora sobre Paulo Conda (W3Race Team) na curva 6. Geison Alves (Scuderia Manos) também salta na largada, saindo de 16º e aparecendo na 8ª posição com 4 minutos de etapa. Yuri Matias (Shaft) também se destaca, saindo da 21ª para a 10ª posição. Pontes sobe a 3ªposição após posicionar o carro no local correto, enquanto Prediger destracionava após o toque de Espada na curva 6. Com 10 minutos de etapa, a briga pela 14ª posição esquentava, com Daniel Pilha (Grave Digger), Érico Filho (Grave Digger), Batista e Tristão, que vinha se recuperando do incidente na volta inicial.

Mais à frente um grupo de 6 carros indo do 8º até o 13º também chamava atenção: Lupo Forati (CTE), Jadson, Micheal Teichmann (Shadow Hot Car), Elvis Lima (W3Race), Gean Celso (Sinister) e Robson Vieira (Shadow Hot Car) vinham freneticamente buscando um espaço em pouco mais de 1 segundo que separavam eles. Próximo aos 10 minutos finais, após uma separação natural dos pelotões, Celso sobe para a 10ª posição ao superar Lima na curva 6. Enquanto Borgosman, Benate e Pontes seguiam de maneira tranquila na ponta da prova, Batista seguia escalando o pelotão e alcançara a 7ª colocação ao superar Conda na curva 1, já entrando pelos 5 minutos finais. O piloto da Black Wings ainda ganhou mais uma posição, ao superar Prediger, que escorregara na curva 6 após o toque do #340. Percebendo que prejudicou o adversário, Batista prontamente devolve a posição ao #987 da Schnell. Na dianteira, Borgosman cruza e vence a etapa.

Na coletiva, Pontes disse que apesar dos incidentes à sua frente, estava muito satisfeito com seu ritmo, acompanhando os pilotos mais experientes. Benate por sua vez, usou da alcunha outrora dada pelo narrador para demonstrar como avançou até o pódio: como uma cascavel, o piloto relatou que deu o bote certo quando teve a oportunidade. O piloto ainda comentou que buscou um ataque ao líder, mas ao perceber o desgaste dos pneus buscou defender a segunda colocação. Finalizando a coletiva, Borgosman disse que apesar da aparente tranquilidade, foi complicado ter que andar a frente, onde é mais fácil de perder a concentração, segundo o piloto.

Com a inversão dos 6 primeiros para a segunda bateria, Prediger larga na pole, e no apagar das luzes vermelhas, o piloto da Schnell mantém a ponta, enquanto novamente a curva 1 faz suas vítimas, desta vez com Borgosman e Geison. Benate também tem um início conturbado e acaba perdendo boas colocações após escapar na curva 7, depois de levar um toque de Espada. Pontes era o único dos ponteiros que vinha em boas condições na bateria, mas viu sua corrida ficar complicada após rodar na curva 6 e ser acertado por Forati, que pouco pode fazer. Enquanto o piloto da CTE fica sem a asa dianteira, o da BSP amarga o prejuízo de ficar sem a asa traseira.

Jadson assume a liderança com 5 minutos de etapa, após um enrosco entre Espada e Prediger nas curvas 6 e 7. Mas o #230 pouco curtiu a liderança, pois na curva 1, Batista o ultrapassou, assumindo a liderança da etapa. O líder tomou um susto ao se deparar com o companheiro Claudio Araújo mais lento no contorno na curva 5. Batista acaba tocando o companheiro e perdendo ritmo, o que permite de Jadson e Celso o ataquem ao longo da reta oposta. O piloto da HBS consegue assumir a liderança, mas novamente perde a colocação na curva 1, caindo para 3º. Enquanto Pedro Moura (Sinister), Prediger e Espada batalham ferrenhamente pela 5ª posição, Celso parte pra cima de Batista buscando a liderança com 10 minutos de etapa. Mas o experiente piloto da Sinister acaba sendo vítima da curva 6, escapando e perdendo várias posições, regressando a pista na 11ª colocação.

Espada, que vinha balançando e se mantendo a 3ª posição acabou por tocar Benate na entrada da reta oposta, quando o piloto tentou ultrapassá-lo por fora, próximo dos 10 minutos finais. Quem agradeceu, foi Moura, que subiu para a 4ª colocação. Robson Vieira (Shadow Hot Car), vinha escalando o pelotão, mas próximo ao encerramento da etapa acabou rodando na curva 4 e caiu da 5ª para a 8ª posição. Ao final dos 30 minutos, Batista conquista a vitória.

Na coletiva final da noite, Espada optou por não comentar a prova, aguardando as decisões da direção de prova quanto ao resultado final. Jadson, por sua vez disse que buscou fazer sua corrida, vendo o ritmo forte dos competidores. O piloto finalizou se desculpando do incidente com Benate. Por fim, Batista disse que teve um susto no início da etapa, com a ausência no qualy por conta de problemas técnicos. O piloto disse que treinou muito durante a semana e que foi um desafio a primeira bateria. Na segunda o piloto também comentou da escalada rumo a liderança e que, após conquistá-la, cuidou para manter uma diferença confortável.

Os pilotos saem do quente Centro-Oeste e descem para uma “temporada” no Sul do país. A primeira parada é dia 22/09 em Curitiba, que sediará segunda etapa da FN3 em seu anel externo. Um desafio em alta velocidade para os novatos, que mais uma vez irão provar que mesmo “iniciantes”, garantem o espetáculo de disputas.

Resultado da primeira bateria:

Pos Driver Team Car Class Time Gap Laps Points Race%
1 Rafael Borgosman Team Schnell NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 30:02.201 -:–.— 023 67 100
2 Anderson Benate HBS Speed Racing NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 30:05.754 0:03.551 023 57 100
3 Samuel Pontes BSP Racing NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 30:07.652 0:05.451 023 50 100
4 Enrico Espada E. Espada Racing NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 30:23.091 0:20.890 023 45 100
5 Jose Jadson HBS Speed Racing NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 30:24.052 0:21.849 023 41 100
6 Dennis Batista BlackWingsRT NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 30:30.751 0:28.550 023 38 100
7 Lupo Forati CTE Racing HVM NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 30:32.463 0:30.261 023 35 100
8 Gean Celso Sinister Race Team NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 30:32.547 0:30.345 023 32 100
9 Paulo Conda W3Race Team NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 30:36.382 0:34.181 023 29 100
10 Geison Alves Scuderia Manos NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 30:38.273 0:36.070 023 26 100
11 Elvis Lima W3Race Team NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 30:41.516 0:39.314 023 23 100
12 Augusto Tristao PepperSim Super Simuladores NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 30:42.677 0:40.474 023 20 100
13 Pedro Moura Sinister Race Team NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 30:46.284 0:44.083 023 17 100
14 Erico Filho Grave Digger NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 30:54.553 0:52.351 023 14 100
15 Pabulo Alves Scuderia Manos NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 30:55.153 0:52.952 023 11 100
16 Robson Vieira Shadow Storm NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 31:14.378 1:12.175 023 10 100
17 Michael Teichmann Shadow Hot Car Competicoes NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 31:16.964 1:14.761 023 9 100
18 Jackson Douglas HBS Speed Racing 2 NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 31:32.199 1:29.997 023 8 100
19 Yuri Matias Shaft Racing Team NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 31:34.092 1:31.890 023 7 100
20 Flavio Dini W3Race NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 30:20.910 + 1 Laps 022 6 96
21 Luth Cysne Shaft Racing Team NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 30:26.163 + 1 Laps 022 5 96
22 Paulo Barros W3Race NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 30:40.063 + 1 Laps 022 5 96
23 Claudio Araujo BlackWingsRT NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 31:26.620 + 1 Laps 022 5 96
24 Marcos Vieira Shadow Hot Car Competicoes NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 30:19.458 + 2 Laps 021 5 91
25 Lucas Maculo Tampa e-Racing CA NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 Accident + 13 Laps 010 0 43
26 Rodrigo Carvalho Sim Force Sim Racing NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 Accident + 19 Laps 004 0 17
27 Daniel Pilha Grave Digger NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 31:01.929 0:59.728 023 0 100
28 Ricardo Prediger Team Schnell NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 31:20.422 1:18.220 023 0 100
29 Ricardo Cabrera BSP Racing NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 30:28.830 + 1 Laps 022 0 96
30 Geraldo Max HVM Racing NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 -:–.— + 20 Laps 003 0 13

Penalizações:

Ricardo Prediger
Volta 1 / 0:19
1.2 Contato Lateral com danos ao adversário, forçando ultrapassagem ou fornecendo situação danosa: acréscimo de 25 segundos no tempo final de prova, quando o piloto culpado pelo lance não completar a etapa a penalização será convertida em perda de 5 posições no resultado final, mantendo-se a penalização em segundos na carteira do piloto.
1.42 Incidentes ocorridos na primeira volta terão peso dobrado (x2).

Yuri Matias
Volta 2 / 0:07
1.2 Contato Lateral com danos ao adversário, forçando ultrapassagem ou fornecendo situação danosa: acréscimo de 25 segundos no tempo final de prova, quando o piloto culpado pelo lance não completar a etapa a penalização será convertida em perda de 5 posições no resultado final, mantendo-se a penalização em segundos na carteira do piloto.

Daniel Pilha, Ricardo Prediger, Ricardo Cabrera, Geraldo Max

1.46.2 A não utilização do anti-cheater, o esquecimento no envio do log acarretará em desqualificação  da etapa.

Resultado da segunda bateria:

Pos Driver Team Car Class Time Gap Laps Points Race%
1 Enrico Espada E. Espada Racing NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 31:44.699 -:–.— 024 65 100
2 Anderson Benate HBS Speed Racing NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 31:53.877 0:09.176 024 57 100
3 Pedro Moura Sinister Race Team NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 32:00.748 0:16.048 024 50 100
4 Jose Jadson HBS Speed Racing NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 32:05.577 0:20.877 024 45 100
5 Gean Celso Sinister Race Team NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 32:11.079 0:26.378 024 41 100
6 Yuri Matias Shaft Racing Team NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 32:12.057 0:27.357 024 38 100
7 Elvis Lima W3Race Team NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 32:23.089 0:38.389 024 29 100
8 Dennis Batista BlackWingsRT NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 32:23.746 0:39.046 024 27 100
9 Paulo Conda W3Race Team NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 33:11.809 1:27.109 024 20 100
10 Robson Vieira Shadow Storm NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 -:–.— + 1 Laps 023 12 96
11 Samuel Pontes BSP Racing NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 31:37.084 + 1 Laps 023 14 96
12 Rafael Borgosman Team Schnell NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 32:01.104 + 1 Laps 023 12 96
13 Marcos Vieira Shadow Hot Car Competicoes NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 32:08.697 + 1 Laps 023 10 96
14 Paulo Barros W3Race NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 32:10.000 + 1 Laps 023 9 96
15 Lupo Forati CTE Racing HVM NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 32:14.244 + 1 Laps 023 8 96
16 Jackson Douglas HBS Speed Racing 2 NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 32:25.340 + 1 Laps 023 7 96
17 Claudio Araujo BlackWingsRT NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 32:09.288 + 2 Laps 022 6 92
18 Rodrigo Carvalho Sim Force Sim Racing NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 32:16.849 + 3 Laps 021 5 88
19 Lucas Maculo Tampa e-Racing CA NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 32:45.999 + 3 Laps 021 5 88
20 Flavio Dini W3Race NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 DNF + 4 Laps 020 0 83
21 Pabulo Alves Scuderia Manos NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 Accident + 8 Laps 016 0 67
22 Rafael Cruz RC NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 DNF + 12 Laps 012 0 50
23 Augusto Tristao PepperSim Super Simuladores NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 Suspension + 24 Laps 000 0 0
24 Michael Teichmann Shadow Hot Car Competicoes NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 DNF + 24 Laps 000 0 0
25 Erico Filho Grave Digger NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 Suspension + 24 Laps 000 0 0
26 Daniel Pilha Grave Digger NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 32:14.709 0:30.010 024 0 100
27 Ricardo Prediger Team Schnell NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 32:17.724 0:33.024 024 0 100
28 Luth Cysne Shaft Racing Team NEOBR Formula N3 NEOBR Formula N3 32:51.251 1:06.550 024 0 100

Penalizações:

Robson Vieira
Volta 1 / 0:13

1.1 Contato fazendo adversário rodar: acréscimo de 25 segundos no tempo final de prova, quando o piloto culpado pelo lance não completar a etapa a penalização será convertida em perda de 5 posições no resultado final, mantendo-se a penalização em segundos na carteira do piloto.
1.42 Incidentes ocorridos na primeira volta terão peso dobrado (x2).

Dennis Batista
Tempo oficial do replay: 3:23

1.1 Contato fazendo adversário rodar: acréscimo de 25 segundos no tempo final de prova, quando o piloto culpado pelo lance não completar a etapa a penalização será convertida em perda de 5 posições no resultado final, mantendo-se a penalização em segundos na carteira do piloto.
1.42 Incidentes ocorridos na primeira volta terão peso dobrado (x2).

Jose Jadson
Tempo oficial do replay: 5:26
1.1 Contato fazendo adversário rodar: acréscimo de 25 segundos no tempo final de prova, quando o piloto culpado pelo lance não completar a etapa a penalização será convertida em perda de 5 posições no resultado final, mantendo-se a penalização em segundos na carteira do piloto.

Luth Cysne e Geison Alves
1.18 O piloto terá o limite máximo de 2 (duas) voltas para reparar seu carro no caso da perda de asa(s) (fórmula), pneus furados, para-choques traseiros e/ou dianteiros.
1.18.1 O piloto só poderá completar a prova sem partes da aerodinâmica do veículo (que influenciem na dirigibilidade), caso a perda tenha ocorrido na última volta. Caso contrário, é obrigatório o reparo. A não observância desta determinação resultará na desclassificação (DQ) do mesmo, por oferecer risco aos demais.

Daniel Pilha, Ricardo Prediger, Ricardo Cabrera, Geraldo Max

1.46.2 A não utilização do anti-cheater, o esquecimento no envio do log acarretará em desqualificação  da etapa.

Assista o VT completo da etapa:

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: