Skip to content

Passeio na Bélgica


“Com o título já decidido, apenas quatro pilotos (5?) alinharam para a última etapa da NEOBR Ferrari GT2 Assetto Corsa”.

Assetto Corsa Thiago Trevisan Insanox

Alguns dirão que Spa e o simulador mereciam mais, outros dirão que o próprio simulador causou a situação do fim de campeonato com poucos participantes, o fato é que a última  prova foi marcada por valentes pilotos que mereceram sair com os troféus que conquistaram e um fim melancólico.

Quarenta e cinco minutos de monotonia, cinco minutos de ação. Esse é o resumo da sexta etapa da NEOBR Ferrari GT2 Assetto Corsa em Spa-Francorchamps. Com mais da metade do grid desacreditada com o simulador, apenas Cinco carros apareceram para a corrida. Diego Acebedo, Thiago Trevisam, Erico Stefanni, Romeu Costa e Rogério Silva (com problemas de conexão acabou não alinhando) protagonizaram uma corrida que mais parecia um trackday no circuito belga.

Com quatro carros em pista, a pergunta era quem seria o azarado que ficaria fora do pódio. A resposta não tardou muito a chegar e Romeu Costa deu adeus à corrida logo no início. Com os três primeiros já definidos, só restava saber quem chegaria em qual posição. Thiago Trevisam sobrava em pista, enquanto Diego Acebedo parecia estar mais preocupado em cuidar dos pneus. Não deu outra, e na metade da prova, Trevisam realizou o seu pitstop, voltando atrás de Acebedo e Stefanni. Girando em torno de 4 segundos mais rápido por volta, o piloto da Insanox logo encostou em Stefanni, só que a diferença de performance foi a grande vilã da noite, e Trevisam e Stefanni se estranharam em pista, com o piloto da Overlimit levando a pior.

Com Thiago Trevisam e Erico Stefanni fora da jogada, Diego Acebedo então só administrou a vantagem, até as duas últimas voltas, quando parou para trocar os pneus. Magnânimo, o campeão antecipado esperou Trevisam em pista para dar a primeira vitória na liga a seu companheiro. De alma lavada, Diego Acebedo foi segundo com Erico Stefanni na terceira colocação.

Porém o esforço na tentativa de alçar Trevisam ao vice-campeonato e a segunda posição geral não foi suficiente, a pontuação da prova colocou Erico como vice-campeão da categoria e Thiago em terceiro.

Por Equipes a Insanox obteve mais que o dobro de pontos da segunda colocada a OGP, mostrando compromisso e responsabilidade mesmo diante das adversidades enfrentadas durante o campeonato impostas pelo simulador.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: