Skip to content

Errar sim, desistir nunca!


“André Kimi é realmente a prova viva de que tudo é possível na IndyN1”.

Kimi Long Beach

Analise o seguinte cenário: Piloto 1 está na disputa pelo título contra os os pilotos 2 e 3. O piloto 1 pulveriza os seus adversários em uma volta perfeita de classificação, garantindo a pole position. Então na corrida, o piloto 1 perde a liderança para o piloto 2, mas recupera logo em seguida em uma disputa de tirar o fôlego. Mas como desgraça pouca é bobagem, o piloto 1 erra sozinho e roda, sendo atingido pelo piloto 2, obrigando os dois a irem aos boxes, ficando 1 volta atrás do líder e vendo o piloto 3 com a possibilidade de assumir a liderança. O que você faria se estivesse na pele do piloto 1 e 2? Desistiria? Já pensaria no vice-campeonato?

Pois bem, se fosse em uma categoria normal, o caminho natural seria jogar a toalha e já pensar na próxima corrida, mas como estamos falando da IndyN1, não se pode desistir nunca, afinal a corrida só acaba na linha de chegada. A história contada acima, é a de André Kimi (Piloto 1) e Sergio Rodrigues (Piloto 2), que quase viram Ernesto Brock (Piloto 3) assumir a liderança do campeonato. Após um enrosco no início da prova, os dois pilotos foram jogado para o fim do pelotão, com André Kimi levando a pior. Em uma corrida limpa no início, parecia que a tão desejada bandeira amarela para salvar a pele dos dois postulantes ao título não iria aparecer. Mas sim, ela apareceu, e botou Kimi e Rodrigues no páreo, para um final eletrizante.

Depois de várias bandeiras amarelas no fim da prova, Nathan Marchon era o líder, seguido de Diego Said e André Kimi. Depois de tudo que passou na noite, será que o piloto da Grip Racing teria coragem de acelerar forte e ir em busca da vitória? Em teoria, Said era quem aparentava ter mais pneus, pois havia parado depois de todo mundo. Mas os setups da Sinister e Grip Racing estavam imbativeis, e Kimi não demorou muito para encostar no piloto da Black Wings para efetuar a ultrapassagem. O próximo alvo era Nathan Marchon. Girando aproximadamente 1 segundos mais rápido que o adversário, Kimi logo encostou no líder, e assumiu a liderança há 2 voltas do fim, para conquistar aquela que pode ter sido a sua vitória mais épica. Na segunda colocação ficou Nathan Marchon, seguido de Sergio Rodrigues, que herdou a posição de Diego Said após a punição do mesmo.

A vitória em Long Beach devolveu a André Kimi a liderança do campeonato com 284 pontos, seguido de Sergio Rodrigues com 273 pontos e Ernesto Brock com 250 pontos.

A última corrida da temporada será no dia 28 de abril, em Barber.

Penalizações:

Helber Santos
1.9.2 Dificultar ultrapassagem quando em posição de retardatário (bandeira azul): Acréscimo de 20 segundos
Volta 37/ 2:09 ~ Volta 39 0:08

Diego Said
1.2 Contato Lateral com danos ao adversário, forçando ultrapassagem ou fornecendo situação danosa: acréscimo de 25 segundos
Volta 42/ 0:15

André Kimi
Durante a classificação dar ESC fora da zona de Boxes: Sem classificação na próxima etapa.

Etapa 06 Long Beach

Track: Etapa 06 Long Beach

Date: 17/04/2015 20.58.00
DownloadLink: Here
DateTime Session Winner Best Lap
17/04/2015 20.58.00 QUALIFY Andre Kimi (R) 1:03.441
17/04/2015 20.58.00 RACE Andre Kimi (R) 1:04.276

Etapa 06 Long Beach:RACE

Pos Driver Team Car Class Time Gap Laps Points Race%
1 Andre Kimi (R) Grip Racing Indycar ICA DW12 01:10:12.197 -:–.— 052 66 100
2 Nathan Marchon Sinister Race Team Indycar ICA DW12 01:10:13.872 0:01.675 052 57 100
3 Sergio Rodrigues Sinister Race Team Indycar ICA DW12 01:10:21.304 0:09.106 052 50 100
4 Ernesto Brock (R) Team Schnell Indycar ICA DW12 01:10:23.762 0:11.565 052 45 100
5 Higo Jefferson Morredores VRT 1 Indycar ICA DW12 01:10:27.491 0:15.295 052 41 100
6 Diego Said Black Wings Indycar ICA DW12 01:10:41.416 0:29.219 052 38 100
7 Helber Santos (R) Sinister Project Indycar ICA DW12 01:10:43.239 0:31.041 052 35 100
8 Cristiano Bohessef (R) Snow Schatten Racing Team Indycar ICA DW12 01:10:23.916 + 1 Laps 051 32 98
9 Childerico Robson Marsch Team Indycar ICA DW12 01:10:39.909 + 3 Laps 049 29 94
10 Algrans Junior Black Wings Indycar ICA DW12 01:10:49.850 + 4 Laps 048 26 92
11 Geovane Correa (R) BSP Racing Indycar ICA DW12 Suspension + 5 Laps 047 18 90
12 Eduardo Silvestre Marsch Team Indycar ICA DW12 Suspension + 10 Laps 042 15 81
13 Carneiro Eduardo Morredores VRT 1 Indycar ICA DW12 Suspension + 11 Laps 041 12 79
14 Antenor Junior (R) Shadow Racing Indycar ICA DW12 Suspension + 14 Laps 038 10 73
15 Eduardo Melo (R) Team Schnell Indycar ICA DW12 DNF + 20 Laps 032 6 62
16 Mauro Botosso (R) Shadow Racing Indycar ICA DW12 Suspension + 22 Laps 030 5 58
17 Joao Gabriel (R) Sinister Project Indycar ICA DW12 Suspension + 23 Laps 029 4 56
18 Pedro Franca Marsch Team Indycar ICA DW12 DNF + 29 Laps 023 0 44
19 Carneiro Edilson Morredores VRT 1 Indycar ICA DW12 Suspension + 30 Laps 022 0 42
20 Victor Santos (R) Sinister Project Indycar ICA DW12 Suspension + 46 Laps 006 0 12
21 Bruno Miranda (R) Team Schnell Indycar ICA DW12 Accident + 50 Laps 002 0 4

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: