Skip to content

Um estranho no ninho


Era noite de estreia no horário nobre de domingo na NEOBR, com um grid repleto de bons nomes disposto a dar espetáculo, apostar em favoritismo parecia loucura, e eis que no meio da loucura de guiar o Stock V8 com quase trinta pilotos em pista surge um estranho no ninho.

Interlagos Sinister Snow

O já reconhecidamente bom GSC-StockV8 fica ainda melhor na NEOBR, trazendo a inovação de duas baterias e de grid invertido na segunda, que tem apenas 20 minutos, os ingredientes para uma primeira etapa alucinante já eram bons, mas como sempre pode-se melhorar, a categoria contou com algumas estreias que tornaram o que era bom ainda melhor.

A atual bicampeã por equipes Shadow Racing, não conta mais com Guido Seelig em pista, embora o piloto continue ativo no desenvolvimento e administrativamente na equipe, mas esse detalhe ainda não é suficiente para deixar de apontar a equipe ainda como um das grandes potências da categoria, Rodrigo Lisowski, atual vice-campeão, tomou a frente nos trabalhos e de cara fez a primeira pole do ano e mandava um recado para as novas equipes e postulantes ao título.

A história da corrida começa a ser contada na primeira bateria onde surge outro personagem Leonardo Lopes. O piloto da Sinister, que estreava na categoria, compareceu a etapa como substituto de Luiz Henrique, na Sinister Project e largava da segunda posição. Sem compromisso, como substituto, largando em segundo, como um estranho no ninho.

Lisowski e Travariam uma árdua batalha pela primeira posição, e aumentava a expectativa para como seria o comportamento de Lopes, que estava sem compromisso oficial com o campeonato e vinha somar pontos para a equipe e de Lisowski que via cair de paraquedas um novo adversário. A expectativa tomou conta do grid todo e as batalhas não cessavam, quem conseguiu economizar combustível e pneu melhor teve um final de corrida mais agressivo e conseguiu avançar importantes posições na bateria que vale mais pontos. Um desses Personagens foi Gean Celso que usou toda sua experiência para largar em 8º e subir ao pódio em terceiro. Na frente Lopes passou abriu e perdeu terreno próximo ao final, ganhou a primeira bateria e deixou todos com uma grande interrogação na cabeça.

Destaque nessa primeira bateria para as boas estreias de Julio Cezar (Sinister) e Pablo Gomes (Insanox). Além do acidente que tirou Diego Acebedo (Insanox) da prova, para o incidente envolvendo Gustavo Frigotto (Snow Schatten) que o retirou da batalha pelas primeira posições, mas não tirou o ânimo para a etapa e a concentração e a falta de combustível de Marcos Riffel (Snow Schatten) que retirou o piloto de um top 5 certo a metros da linha de chegada.

A segunda bateria, foi definida por Pedro Delgado como a corrida dos desesperados, prova curta de apenas 20 minutos com grid invertido e valendo metade dos pontos da primeira. A Fórmula cheirava a pólvora e eis que ela encontrou uma faísca na largada, em um grande acidente o “trânsito” simplesmente parou no meio do pelotão, quem fugiu do enrosco teve a possibilidade de batalhar pelas primeira posições mas não teve vida fácil.

A Sinister Project largava a frente com Leandro Craveiro e Neto Vidal, Vidal acabou perdendo a segunda posição logo nas primeiras voltas, já Craveiro estava disposto a vir para o pódio e batalhou duramente durante a corrida, mais de trás partiam nomes como Leonardo Lopes e Rodrigo Lisowski, sem esquecer do bom Gean Celso e Gustavo Frigotto, que deu um show na largada passando 5 adversários. Com um pelotão de Sinister atrás, Frigotto conduziu a Snow Schatten a vitória e de maneira bastante consciente utilizou a entrevista para explicar, usando sua experiência do real, na Sprint Race e no Brasileiro de Endurance, que toques, como o ocorrido na primeira bateria envolvendo o piloto ocorrem e que devemos entender que faz parte da corrida. Destaque na segunda bateria para o trabalho das equipes Rubro Negra e Alvi Rubra da Sinister que deixaram um longo rastro vermelho nas primeiras posições, Leonardo Lopes (2º), Gean Celso (3º), Julio Cezar (4º) e Leandro Craveiro (5º). A segunda bateria acabou não sendo boa para a Shadow que teve em Cavalli atual terceiro colocado a melhor posição um sexto lugar. Quem também não teve um final de semana bom foi Acebedo repetindo sua estreia na NEOBR, depois de largar em 25º e estar brigando pela 8ª posição com chances reais de um top 5, o piloto acabou batendo e comprometendo a segunda bateria.

O estranho no ninho Leonardo Lopes acabou saindo de Interlagos como líder da categoria,e depois de lançar uma interrogação na cabeça dos adversários, essa semana confirmou que irá participar definitivamente substituindo Luiz Henrique da categoria.

O novo capítulo será contado em Buenos Aires, na vizinha Argentina, as provas fora do Brasil são de 60 minutos o que trás mais um ingrediente para a já eletrizante disputa!

Penalizações

Everaldo Castro
1.2 Contato com danos ao adversário, forçando ultrapassagem: acréscimo de 25 segundos
Bateria I – Volta 01/0:04
1.35 Incidentes ocorridos na primeira volta terão peso dobrado (x2)
– Total Penalização: 50 Segundos

William Fernandes
1.2 Contato lateral forçando ultrapassagem: acréscimo de 25 segundos
Bateria I – Volta 3/1:18

Everson Teixeira
1.1 Contato fazendo adversário rodar: acréscimo de 25 segundos
Bateria I – Volta 11/0:27
1.38 Fair Play: Quando de incidentes ocorridos onde o piloto executar o Fair Play, considerando a devolução de posição imediata ao adversário prejudicado, será abatido em 10 segundos a penalização
– Total Penalização: 15 segundos

Kaio Moraes
1.1 Contato fazendo adversário rodar: acréscimo de 25 segundos
Bateria II – Tempo total do Replay: 3:33
1.35 Incidentes ocorridos na primeira volta terão peso dobrado (x2)
– Total Penalização: 50 Segundos

Rodrigo Lisowski
1.1 Contato fazendo adversário rodar: acréscimo de 25 segundos
Bateria II – Tempo total do Replay: 5:38

Etapa 01 – Interlagos

Track: Etapa 01 – Interlagos

Date: 08/02/2015 9.06.00
DownloadLink: Here
DateTime Session Winner Best Lap
08/02/2015 9.06.00 QUALIFY Rodrigo Lisowski 1:38.007
08/02/2015 9.06.00 BATERIA 1 Leonardo Lopes 1:38.609
08/02/2015 9.06.00 BATERIA 2 Gustavo Frigotto 1:39.168

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: