Skip to content

Absoluto!


Leonardo Lopes vence sua terceira etapa e entra de vez na briga pelo vice. Durães tem problemas de combustível completa a prova com empurrãozinho e é desclassificado.

Quando alguém chega de forma pacata e começa a discretamente ir roubando a cena,  diz-se que essa pessoa “come pelas beiradas“. Leonardo Lopes (Sinister) parece ser esse sujeito, a quem nós brasileiros sempre associamos aos mineiros. O piloto que apareceu próximo a metade do campeonato faturou sua 3º etapa em 4 provas disputadas. Em segundo, um descrente Felipe Giro (Snow Schatten) e finalizando o pódio Rhanan Gomes (Marsch), que mais uma vez figura no pódio.
Em poucos circuitos, a mão onipresente (quando se trata de novos traçados da F1) de Hermann Tilke acertou. Istambul Park e o Circuito das Américas, palco da 8º etapa da NeoBR Formula N1, parecem ter sido desenhados em um lampejo de criatividade do arquiteto alemão. Aliar a isso, um relevo acidentado, faz lembrar dos clássicos circuitos como Spa, Suzuka, Zandvoort ou como os conterrâneos Watkins Glen, Laguna Seca e Sonoma… COTA é um show a parte, como se conseguisse unir o melhor de todos ou boa parte das partes mais desafiadoras de cada circuito.
Com isso, os atores começaram  a entrar em cena, e a disputa era pelo protagonismo. E durante o primeiro ato, nada menos que 5 pilotos figuraram na pole em menos de 2 minutos. A disputa começou com Igor César (Shadow) aos 4 minutos, logo sendo superado pelo companheiro Carlos Reynaud. No minuto seguinte, Bryan Halmenschlager (Storm Shadow) assumiu a liderança, mas foi imediatamente superado por Marcio Abduch (eXtreme Unicef), que viu a liderança sair de seu domínio e repousar em Lopes. Quando o Q1 parecia definido, Ricardo Durães (Shadow), com os cronômetros zerados assume e liderança e passa ao Q2 como favorito. Além do piloto da Shadow, Lopes, Gomes, Reynaud, Abduch, Giro, Bryan, França (Marsch), Alves (Snow Schatten) e Leonardo (Snow Schatten) avançaram ao Q2.
Na abertura do Q2, França é o primeiro a marcar tempo e provisoriamente ficar com a pole a 6 minutos do encerramento. Entretanto Durães confirma o bom ritmo e assume a liderança. Eis que na metade do treino Lopes, nas palavras do narrador Bruno Mali., Lopes cria um outro parâmetro ao cravar a melhor volta do fim de semana. A volta foi tão impressionante que o comentarista Jesias Meira admitiu ter fiscalizado a volta do piloto da Sinister. Durães ainda tentou, mas em sua ultima volta ainda ficou a menos de 1 decimo da primeira colocação.
A ordem para a largada ficou da seguinte forma: Leonardo Lopes, Ricardo Durães, Bryan Halmenschlager, Rhanan Gomes, Marcio Abduch, Felipe Giro, Carlos Reynaud, Pedro França, Leonardo de Souza, Lucas Alves, Leonardo Imolesi (Kemba), Igor César, Wagner Vezzali (eXtreme Unicef), Rodrigo Mattos (Sinister Absolut), Neto Vidal (Sinister), Breno Augusto (Marsch), Marcelo Cosme (Pitbull) e Vinicius Vianna (Scuderia Maserati). Na largada, Lopes se mantém; no contorno da curva 1 um toque entre Durães e Bryan beneficia Gomes, que pula para 2º. França acaba passando do ponto na curva 16 e perde 3 posições. Tentando minimizar o problema inicial, Durães ultrapassa Gomes na curva 20 e os pilotos abrem a volta 2 lado a lado. O piloto da Marsch tenta o troco na curva 1, mas o piloto da Shadow traciona melhor e mantem-se a frente.
Na volta 4 uma briga interna e intensa pela 13º posição. Mattos supera Vidal na Reta Oposta, mas leva o troco na freada da curva 12. O piloto da Sinister Absolut consegue emparelhar com o “companheiro” e ambos dividem as duas travadas curvas seguintes. Vidal sai melhor na curva 15, mas espalha na freada para a 16 e Mattos sai um pouco à frente. O piloto da Sinister retoma se mantendo na linha de dentro da desafiadora curva 17. Mattos acaba passando um pouco do ponto na curva 18 e Vezzali, que até então somente assistia, supera o adversário e assume a 14º colocação, ficando entre as Sinisters.
Nas palavras de Mali, mudam os atores, mas seguem as disputas no teatro da FN1: Giro passa Alves na curva 13, mas os pilotos vão lado a lado na curva 14. Na curva 16, Alves recolhe e Giro faz a manobra por fora. Próximo aos 10 minutos Augusto abandona a etapa. Na volta 6 Mattos mergulha na curva 11 e divide a Reta Oposta com Vezzali na busca pela 13º colocação. O piloto da Sinister Absolut assume a frente, mas toma o x do adversário da eXtreme Unicef. Na curva seguinte os pilotos dividem lado a lado e Vezzali se mantem à frente. Mattos enfim supera o adversário na curva 19.
Alves escorrega e bate forte na curva 9, enquanto Imolesi saindo dos boxes ultrapassa Vianna por fora na curva 20, após dividirem a curva anterior. Na 7º colocação, Abduch é superado por Reynaud na curva 12 próximo aos 20 minutos de etapa. Com as paradas de boxes, as disputas entre pilotos com compostos novos e mais usados começou. Bryan, com pneus novos, assumiu a 4º colocação ao superar Abduch na curva 12. O piloto da eXtreme Unicef tenta se manter e ambos vão lado a lado para a próxima curva. Os pilotos se tocam e o maior revés fica com o piloto do time esmeraldino que acaba rodando.
Giro e Gomes acabam superando Bryan, que acabou escorregando na curva 12. Mais atrás, Alves supera França por fora na curva 2 em briga valida pela 12º colocação. Ainda na mesma volta, mas metros à frente Imolesi teta a manobra sobre Mattos por fora nas velozes curvas 17 e 18. O piloto da Kemba acaba passando do ponto na saída da curva 18 e espalhando na curva seguinte. Abduch que vinha logo atrás o supera. O piloto a eXtreme Unicef ainda superou Mattos na abertura da volta seguinte na curva 1 e assumiu a 9º posição. Na 3º, troca de posições: Giro supera Gomes na curva 15 após uma briga que veio desde a curva 12.
Os 30 minutos de prova parecem ter exaurido a força dos pilotos, que agora se encontravam mais espaçados. Alguns abandonos, como o de Alves, Cosme e Vidal e uma disputa entre Reynaud e Abduch, foi o que movimentou a etapa durante aproximadamente 20 minutos. Foi ai então que uma pesada nuvem se formou sobre o circuito. Restando 10 minutos para o encerramento a prova decorrida tranquila. Mas Meira resolveu tumultuar a etapa ao cravar a presença de Durães no pódio. Com um histórico não muito favorável, lembrado por Mali, o comentarista permaneceu fiel na aposta.
Lopes abriu a ultima volta restando pouco mais de 10 segundos para o encerramento. Durães que se aproximara do adversário da Sinister, estranhamente permitiu que a diferença aumentasse de forma consistente. Ao buscar a resposta para um possível erro do atual campeão veio o diagnostico. O piloto da Shadow passara a fazer uma troca conservadora de marchas, o que sinalizava falta de combustível. O piloto seguiu em ritmo lento, tentando trazer o carro intacto a chegada, mas viu Giro se aproximar de forma rápida. O piloto da Snow Schatten superou Durães na penúltima curva e cruzou a linha de chegada no 2º lugar. O azar de Durães ainda pregou mais uma peça no piloto: uma rodada na curva final, fez com que o piloto perdesse todo o embalo e a 3º colocação para Gomes. O piloto somente cruzou a linha de chegada, graças a um empurrãozinho de Bryan.
Antes da coletiva Meira se defendeu dizendo que não era responsável pelos cálculos de combustível. Já durante a entrevista, Gomes destacou a corrida cansativa devido ao traçado exigente de Austin. O piloto confessou que treinou forte para a etapa e que o 3º lugar esquentaria a briga pelo vice-campeonato. Giro se disse surpreso com o 2º lugar, imaginando que ficaria com o 3º posto. O piloto ainda revelou que depois da boa largada, teve uma briga com o companheiro Alves. Já Lopes, o vencedor, confessou que não teve tempo hábil para treinar melhor. O piloto ainda se disse surpreso com o tempo no Q2 e que para a corrida optou por iniciar a etapa com pneus mais duros, realizando uma parada, fugindo da estratégia que imperou durante a prova.
Os pilotos já estão em casa para a semifinal do Campeonato da FN1. Será que o atual campeão perdeu a força na reta de chegada? Lopes continua a ser o fiel da balança, ou entra de vez na briga? A batalha pelo vice: Gomes x Snow Schatten, que tem 2 pilotos entre os 5 primeiros. Parece o Campeonato Brasileiro da Série A: Todos contra o líder e atual campeão. Ao que se pôde ver, tem funcionado (claro com uma ajuda do Sobrenatural de Almeida). Apostas, estratégias e emoção estarão presentes em Interlagos.  Então não perca: Neste Domingo, a partir das 20:00, pelo Portal XTR

Texto: Vinicius Vianna

Austin:RACE

Confira a classificação no link

Pos Driver Team Car Class Time Gap Laps Points Race%
1 Leonardo Lopes Sinister Race Team FN1 T2 2014 FN1 T2 2014 01:01:27.179 -:–.— 038 63 100
2 Felipe Giro Snow Schatten Racing Team FN1 T2 2014 FN1 T2 2014 01:01:54.035 0:26.857 038 54 100
3 Rhanan Gomes Marsch Team FN1 T2 2014 FN1 T2 2014 01:02:02.768 0:35.588 038 47 100
4 Leonardo de Souza Snow Schatten Racing Team FN1 T2 2014 FN1 T2 2014 01:02:37.727 1:10.549 038 42 100
5 Igor Cesar Shadow Racing FN1 T2 2014 FN1 T2 2014 01:02:53.295 1:26.116 038 38 100
6 Marcio Abduch eXtreme Unicef FN1 T2 2014 FN1 T2 2014 01:02:53.747 1:26.567 038 35 100
7 Carlos Reynaud Shadow Racing FN1 T2 2014 FN1 T2 2014 01:03:27.936 2:00.758 038 32 100
8 Leonardo Imolesi Virtual Fuel Experencie FN1 T2 2014 FN1 T2 2014 01:01:45.118 + 1 Laps 037 29 97
9 Wagner Vezzali eXtreme Unicef FN1 T2 2014 FN1 T2 2014 01:01:50.366 + 1 Laps 037 26 97
10 Rodrigo Matos Sinister Race Team FN1 T1 2014 FN1 T1 2014 01:01:50.496 + 1 Laps 037 23 97
11 Pedro Franca 0km Racing FN1 T2 2014 FN1 T2 2014 01:01:44.511 + 2 Laps 036 20 95
12 Vinicius Vianna Scuderia Maserati FN1 T2 2014 FN1 T2 2014 01:02:27.769 + 2 Laps 036 17 95
13 Neto Vidal Sinister Absolute FN1 T2 2014 FN1 T2 2014 Accident + 14 Laps 024 12 63
14 Lucas Alves Snow Schatten Racing Team FN1 T2 2014 FN1 T2 2014 Suspension + 23 Laps 015 0 39
15 Marcelo Cosme Pittbull Racing FN1 T1 2014 FN1 T1 2014 Suspension + 28 Laps 010 0 26
16 Breno Augusto Marsch Team FN1 T2 2014 FN1 T2 2014 DNF + 33 Laps 005 0 13
17 Ricardo Duraes Shadow Racing FN1 T2 2014 FN1 T2 2014 01:02:25.823 0:58.643 038 0 100
18 Bryan Halmenschlager Storm Shadow FN1 T2 2014 FN1 T2 2014 01:02:26.043 0:58.864 038 0 100

Penalizações

Ricardo Durães – DQ

Bryan Halmenschlager- DQ

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: