Skip to content

Sobre estatísticas e acaso…


Há quem diga que não existe azar, que defenda que o acaso é mais provável, que estatisticamente é mais factível ocorrer o que não se espera e da aposta dar errada, mas há uma parcela de pessoas que dão de ombros para as estatísticas, que se recobrem de crenças, expectativas e de sorte ou azar.

A tarde virtual em Hockenheimring, Alemanha, manteve o cenário já visto em outras na categoria EGT, no rFactor2, corridas equilibradas, movimentadas, com muitas estratégias delineadas, e com mais uma vitória de Tiago Silveira (Alliance).

Desde que abriu o caminho para a primeira vitória o piloto não tem desperdiçado oportunidades e de tentar a vitória, já são 4 vitórias na categoria, quando vem ao pódio é para dar entrevista como vencedor, as estatísticas levam Silveira a uma liderança consolidada e na atual conjuntura à favorito ao título.

Mas para alcançar seus objetivos os pilotos tiveram uma noite repleta de reviravoltas, a começar pela classificação, quando o “Pole Man” Fabricio Matheussi cravou mais uma pole, mas dessa vez não levou, ao passar do limite da pista a direção desconsiderou a volta e desclassificou o piloto que teve que largar da última posição, quem assumiu a ponta na classificação e começaria uma trajetória com o pé direito seria Andrew  Lauret, novo reforço da ASR para o campeonato.

Aliás sorte e azar seriam elementos que estariam presentes na etapa, o que dizer de Alexandre Santos, um dos mais competentes pilotos de turismo da liga que seria candidato certo ao título, mas sofre com desconexões e abandonos, isso quando não é alvo de erros alheios e acaba pagando um alto preço. Na lista de situações inusitadas da etapa, podemos citar o abandono da primeira curva de Fabio Andreazza, o piloto da MIG pisou na zebra e foi parar no guard rail do outro lado da pista, fim de prova…Já Lauret que estreava na ponto e tinha uma missão clara ” deixar passar Tiago Silveira que largava em segundo e segurar o restante do pelotão”, não suportou mais que 03 voltas na pista e já na primeira volta válida não encontrava-se entre os ponteiros. Para quem gosta de momentos trágicos ainda poderíamos destacar o estrago na equipe FireHorse, líder absoluta de construtores e com Fernando Santi brigando pelo título etapa a etapa, a equipe era novamente apontada como protagonista, mas depois de perder Santos que sequer conseguiu largar, a esperança estava depositada toda no seu principal piloto que também sucumbiu e entrou para as estatísticas negativas da noite, ou para os supersticiosos foi vítima de mal agouro.

FireHorse com dois a menos, era noite da Sinister sua principal concorrente  descontar pontos importantes, e o trabalho foi bem executado por Celso e Sene, Celso, o Mestre dos Magos, que manifestou seu sofrimento a corrida toda, promoveu os melhores pegas da noite com Silveira, Gean Celso usou o manual de defesa de posição da noite. Na economia conquistou a terceira posição sendo superado por Alexandre Sene no final de acabou mudando a estratégia depois de perder a atenção (seria o azar?) e bater, dessa forma o piloto parou para abastecer, Sem trocar o pneu e voltando em um ritmo muito rápido o piloto fechou em segundo.

Silveira novamente venceu jogou para o alto os problemas da etapa anterior e voltou a vencer, mantendo-se há seguros 45 pontos de distância para o segundo colocado que agora novamente é Alexandre Sene.

Destaque para novamente a corrida de recuperação de Matheussi que mesmo comento erros acabou na 4ª posição, e para Túlio Soares que fechou o TOP 5 de forma segura depois de retornar a categoria.

Hockenheimring GP:RACE

Classificação no Link

Pos Driver Team Car Class Time Gap Laps Points Race%
1 Tiago Silveira Alliance Sky Racing Corvette C6r ZR1 2013 EGT 01:00:01.117 -:–.— 035 62 100
2 Alexandre Sene Sinister Arthur Merlin EGT 01:00:05.525 0:04.408 035 54 100
3 Gean Celso Sinister Arthur Merlin EGT 01:00:09.671 0:08.554 035 47 100
4 Fabricio Matheussi Zero One Darche_EGT EGT 01:00:32.447 0:31.329 035 43 100
5 Tulio Soares OGP Racing Arthur Merlin EGT 01:00:59.644 0:58.527 035 38 100
6 Valter Siqueira Unl1mited Motorsport FerruccioEGT EGT 01:01:07.028 + 2 Laps 033 35 94
7 Fernando Santi FireHorse Racing Darche_EGT EGT DNF + 9 Laps 026 31 74
8 Andrew Lauret Alliance Sky Racing Corvette C6r ZR1 2013 EGT DNF + 32 Laps 003 0 9
9 Fabio Andreaza Mig Motorsport FerruccioEGT EGT Suspension + 34 Laps 001 0 3
10 Alexandre Santos FireHorse Racing Darche_EGT EGT DNF + 35 Laps 000 0 0

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: