Skip to content

Cartas sobre a mesa…


Em um jogo de cartas o azarão tenta blefar, induzir o favorito ao erro, mandar uma mensagem de que está otimista, confiante com o que tem e mãos.

Em Barcelona, na EGT no simulador rFactor 2 o que se viu em grande parte da etapa foi um verdadeiro jogo de apostas. A carta coringa era o clima, o jogo adivinhar a condição climática.

Já na classificação a temeridade com relação ao clima se fazia presente, com nuvens carregadas pairando sobre o circuito, momentos de chuva intercalavam com um clima pesado.

Nesse jogo perigoso de vai e vem, de chove e não molha ou chove e molha, o pole man Fabrício Matheussi crava a sua 4ª pole position na categoria, passando a ser o piloto que mais poles conquistou.

Matheussi era um daqueles pilotos com objetivo claro, ganhar pela primeira vez na categoria espantando de uma vez o azar que rondava por suas passagens em pista até o momento.

Para a largada, o jogo de cartas se fazia presente, os pilotos olhavam o céu, a previsão para a etapa, sentiam a pista e tinham que decidir antes das luzes vermelhas se apagarem qual pneu utilizar para a corrida, olhando para o circuito era possível ver um trilho seco formado e esse foi o fator determinante para a maioria dos pilotos optarem pelo pneu Slick, apenas dois pilotos apostavam mais alto, jogavam suas cartas da imprevisibilidade anunciada pela previsão do tempo e saiam com pneus intermediários, Fernando Santi um dos candidatos a título e Valter Siqueira.

Para quem estava de slick era cruzar os dedos e torcer para a chuva não voltar, para quem estava arriscando tudo com uma carta coringa a chuva era o fator que mudaria a corrida.

O que Fernando Santi não contava era com a escapada de Silveira que pisou na parte molhada e rodou na frente do piloto, pior para Santi que teve que ir aos boxes e teve que mudar os planos logo na segunda volta.

Mas eis que uma nova rodada de cartas estava para ser espalhada na mesa, na terceira volta da corrida a chuva aparece e o único piloto em pista preparado para o evento era Valter Siqueira, o piloto da Unl1m1ted usa de maneira magistral sua carta coringa e assume a ponta onde fica por mais de metade da corrida, os demais pilotos tinham que escolher o momento adequado para parar ou ficar na pista esperando a chuva cessar. Marcos Durão preferiu não parar nas primeira voltas e assumiu a segunda posição, mas Matheussi, Gean Celso, Alexandre Sene e Tiago Silveira, cada uma no seu momento já haviam retornado para a pista e pressionavam Durão a distancia com tempos mais baixos que o corajoso piloto.

A chuva não durou muito, foram pouco mais de 10 minutos, porém com poucos carros em pista, somado a um início de corrida com a pista já úmida, fizeram com que a pista custasse muito a secar e devolver um trilho seco aos pilotos. Traídos pelo clima Alexandre Santos e Fernando Santi arriscavam tudo de Slick novamente e sofriam esperando a pista secar o mais rápido possível.

Com os pilotos tensos, errando nas estratégias tudo ainda era possível de acontecer, só que não esboçava erros era Matheussi que estava decidido a ganhar a corrida, em um ritmo alucinante o piloto passou Siqueira e assumiu a ponta, Siqueira teve cinco minutos muito ruins em pista com vários erros que lhe jogaram para a 4ª posição, Sene e Celso apareciam no pódio. Porém na segunda metade da corrida, novamente nova rodada de cartas foi arremessada na mesa e começaram a virar. Primeiramente Silveira teve problemas com a configuração do seu volante e começou a cometer uma série de erros em pista culminando com um problema no  limitador que fez o piloto não conseguir pagar as penalizações e abandonar por problemas técnicos, na sequência um de seus grandes rivais na briga pelo título Alexandre Sene erra, perde a roda e e tenta retornar para a corrida, sendo que a atitude não é permitida pelo regulamento e é desclassificado da etapa. Santi acaba se beneficiando dos problemas de seus principais oponentes e com a sua 4ª colocação reassume a liderança do campeonato.

Dessa forma  pódio é formado por Valter Siqueira na terceira posição, que pela primeira vez subiu ao pódio da NEOBR, por Gean Celso que volta ao pódio e se mantém vivo na briga pelo título a apenas 38 pontos do líder e Matheussi finalmente ganha a primeira na categoria e começa a surgir como forte candidato a título nessa reta final.

05 pilotos brigam atualmente diretamente pelo título nessas últimas três etapas e Hockenheimring GP será o próximo palco da disputa!

Confira o Resultado da Etapa

Classificação no link

Catalunia:RACE

Pos Driver Team Car Class Time Gap Laps Points Race%
1 Fabricio Matheussi Zero One Darche_EGT EGT 01:00:07.968 -:–.— 030 63 100
2 Gean Celso Sinister Arthur Merlin EGT 01:00:35.538 0:27.570 030 54 100
3 Valter Siqueira Unl1mited Motorsport FerruccioEGT EGT 01:00:22.946 + 1 Laps 029 47 97
4 Fernando Santi FireHorse Racing Darche_EGT EGT 01:00:42.176 + 1 Laps 029 43 97
5 Alexandre Santos FireHorse Racing Darche_EGT EGT 01:01:11.791 + 3 Laps 027 38 90
6 Tiago Silveira Alliance Sky Racing Corvette C6r ZR1 2013 EGT Suspension + 19 Laps 011 0 37
7 Marcus Durao Bora Arthur Merlin EGT Suspension + 22 Laps 008 0 27
8 Alexandre Sene Sinister Arthur Merlin EGT 01:00:30.949 + 3 Laps 027 0 90

 

 Penalizações

Artigo 1.20 Fica expressamente proibida a permanência na pista após perder uma roda, caso seja descumprido essa determinação o piloto será desclassificado da etapa;

Alexandre Sene – DQ

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: