Skip to content

Adversidade?


“Pedro Delgado tem vitória de gala em etapa belga; Mandziuc mesmo com punições é segundo; Gones é terceiro, depois de incidentes na largada”

A primeira vitória a gente nunca esquece. Ainda mais se ela vir acompanhada de elementos dificultosos, como acidentes, chuva. Essa escrita parece acompanhar os brasileiros. A primeira vitória de Rubens Barrichello teve ares dramáticos, principalmente em seu final. O debute de Ayrton Senna também, guiando de forma magistral sobre o encharcado solo português. Pedro Delgado (Snow Schatten) seguiu o roteiro: sob condições adversas, guiou de forma impecável e venceu sua primeira corrida na carreira, fazendo muitos lançarem a hashtag #naovisennamasvidelgado! Completaram o pódio Henrique Mandziuc (4Brothers) e Armando Gones (Snow Schatten), que mesmo com provas muito conturbadas, resistiram bravamente e chegaram a festa do champanhe.

Spa-Francorchamps sempre reserva emoções aos pilotos. Uma pista desafiadora, à maneira antiga: curvas de alta, freadas fortes, longas retas, subidas, descidas… tudo isso por dentro de uma paisagem encrustada em meio a floresta. Só estes elementos unidos já são sinônimos de uma excelente disputa. Adicione a eles um pouco de chuva e pronto: terá uma corrida no mínimo agitada. Foi isso que se viu na 3° etapa da NeoBR Formula 2.

Sob a chuva que ia e vinha, os pilotos da categoria se aventuraram durante os 10 minutos de classificação. Ainda com uma leve garoa, Delgado marcou a pole, restando 5 minutos para o fim. No mesmo minuto porém, foi superado por Mandzuic e logo a seguir, mesmo com uma chuva mais intensa Igor César (Shadow) conseguiu ser mais rápido, ficando com a posição de honra. A decisão veio nos segundos finais, onde o piloto da 4Brothers retomou a ponta. Terminados os 10 minutos, esta era a ordem de largada: Henrique Mandziuc, Igor César, Gean Celso (Sinister), Pedro Delgado, Armando Gones, Carlos Barreto (Storm Shadow), Fábio Muniz (Marsch), João Gabriel (Snow Schatten), Marcio Abduch (eXtreme Unicef), Diego Jacometti (Sinister Absolut), Tiago Carvalho (Firehorse), Rodrigo Lauritto (Firehorse) e Jean Fernandes (Marsch).

Como os pilotos tiveram pouco tempo para reconhecimento da condição adversa da pista, o warmup foi mais movimentado do que o costumeiro. Na largada mesmo com um pouco de sol, a chuva era predominante (o que rendeu o trocadilho “sol e chuva, casamento de viúva”, vindo do narrador Jesias Meira). Com o acender das luzes verdes, de cara uma confusão envolvendo 5 carros: Abduch, Muniz, Carvalho e Jacometti se enroscaram após Gones destracionar na largada. Delgado vinha em bom ritmo e superou Igor na freada da Les Combes. O piloto da Shadow teve um revés maior quando escorregou na saída da curva, bateu e perdeu a asa dianteira. Líder do campeonato, Celso também teve problemas na volta inicial ao escapar na Campus, bater forte e perder a asa traseira. Em meio a tantos problemas e confusões, Fernandes soube aproveitar e figurava na 4° colocação ao final da volta.

Enquanto Igor, Abduch, Gones, Muniz e Celso iam para os boxes efetuar reparos, Jacometti abandonava a prova. Mais à frente, Fernandes e Gabriel de maneira síncrona escaparam na saída da Les Combes, bateram mas não tiveram nenhum dano visível. Barreto também vinha em boa prova, mas passou do ponto na Campus e foi superado por Carvalho, vindo em corrida de recuperação. Fernandes novavente teve problema na Campus, mas dessa vez o acidente acabou provocando o abandono do piloto da Marsch, perdendo a asa traseitra. Na briga pela ponta da prova, Delgado pressionava Mandzuic. E a pressão surtiu efeito passados pouco menos de 10 minutos do início. O piloto da 4Brothers escapou na veloz Pouhon e Delgado assumiu a liderança da etapa. Mandzuic visivelmente tinha problemas com a condição da pista, e na volta seguinte o piloto rodou na Curva 13 sendo supeado desta vez por Carvalho.

Com a ausência da chuva, a pista começou a secar, sendo um prato cheio para a mudança de estratégia dos pilotos. Barreto tentou se aproveitar do momento e parou no pit para colocar os compostos para pista seca. No entanto, ao sair dos boxes o piloto da Storm Shadow viu sua estratégia ruir, pois a chuva voltou a cair em alguns trechos do traçado. O asfalto nem seco nem molhado continuava a vitimar pilotos, e desta vez Carvalho foi quem perdeu o carro na Pouhon e ficou sem asa traseira.

A complexidade era tamanha que nem a entrada dos boxes ficou de fora. Mandzuic acabou exagerando na entrada, escorregou e tocou o muro, ficando sem a asa dianteira. Barreto, minutos depois, acabou ficando atravessado na entrada na tentativa de retornar aos boxes para colocar compostos para a chuva novamente. A veloz curva Pouhon era um desafio para os pilotos e Gabriel acabou escapando e perdendo a asa dianteira quando colidiu com o muro. Pouco mais de 30 minutos haviam se passado e mais 3 pilotos abandonaram a prova: Muniz, Igor e Abduch. Um pouco mais atrás Barreto seguia com dificuldades, rodando na Bus Stop e escapando na Rivage e Stavelort, restando 15 minutos para o termino da etapa.

Se a frente Delgado andava tranquilo, mais atrás os companheiros de equipe vinham disputando posições. Gones vinha se aproximando de Gabriel, mas o piloto rodou na saída da Rivage e foi superado pelo companheiro. Gones, alias ganhou mais uma colocação ao superar Barreto, que estava parado nos boxes. Os últimos minutos guardariam muitas emoções. Restando pouco mais de 5 minutos, o representante da Storm Shadow, se valendo da melhor condição dos pneus, superou Gones na saída da La Source. Gabriel, tentando se manter com os pneus muito desgastados rodou na Stavelot e foi passado por Jacometti. Com o tempo restante encerrado, ainda houve tempo para Gones retomar a terceira colocação após o erro de Barreto. Se uma Snow Schatten avançava, a de Gabriel foi superada por Carvalho e Celso, após um erro na Les Combes.

Já na coletiva, Gones relembrou da largada conturbada: “Na largada perdi o bico e voltei para os boxes, tentei colocar pneus slicks. Deu certo no começo, mas depois ficou difícil”. O piloto ainda disse que veio “recolhendo os corpos” e concluiu dizendo que numa situação como essa não há favoritos. Já Mandzuic disse que teve vários problemas devido a flata de treino em pista mnolhada e que um segundo lugar com tudo isso era uma vitória. Já Delgado estava muito feliz pela vitória e mal tinha palavras para expressar a alegria. O piloto confessou que no final teve 2 erros por conta da ansiedade de cruzar a linha de chegada.

A próxima etapa da NeoBR Formula 2 será em um circuito completamente oposto. Hungaroring espera os pilotos dos pequenos monopostos no dia 28/07. Será mais uma etapa no “campeonato que a cada dia ganha mais emoção”, parafraseando o comentarista Breno Augusto. Na ensolarada Hungria, os pilotos terão que esquecer das longas retas e aturar trechos travados, que lembram os kartódromos. Mesmo assim a emoção é garantida na TV NeoBR. E também, já é sabido que ao menos um piloto fará todas as preces possíveis para que as nuvens belgas se desloquem ao país famoso por seus banhos termais.

Texto: Vinicius Vianna

Confira o VT

Confira o Resultado da Etapa

Pos Driver Team Car Class Time Gap Laps Points Race%
1 Pedro Delgado Snow Schatten Racing Team NeoBR Formula2 2012 NeoBR Formula2 2012 50:56.278 -:–.— 020 63 100
2 Henrique Mandziuc Henri 4Brothers Formula2 2012 Formula2 2012 53:20.154 2:23.875 020 55 100
3 Armando Gones Snow Schatten Racing Team NeoBR Formula2 2012 NeoBR Formula2 2012 51:20.358 + 1 Laps 019 47 95
4 Carlos Barreto Storm Shadow Formula2 2012 Formula2 2012 51:40.098 + 1 Laps 019 42 95
5 Rodrigo Laurito FireHorse Racing NeoBR Formula2 2012 NeoBR Formula2 2012 51:57.319 + 1 Laps 019 38 95
6 Tiago Carvalho FireHorse Racing NeoBR Formula2 2012 NeoBR Formula2 2012 52:22.882 + 1 Laps 019 35 95
7 Gean Celso Sinister Race Team NeoBR Formula2 2012 NeoBR Formula2 2012 52:23.621 + 1 Laps 019 32 95
8 Joao Gabriel Snow Schatten Racing Team NeoBR Formula2 2012 NeoBR Formula2 2012 53:15.390 + 1 Laps 019 29 95
9 Marcio Abduch eXtreme Unicef Formula2 2012 Formula2 2012 Suspension + 11 Laps 009 0 45
10 Igor Cesar Shadow Racing Formula2 2012 Formula2 2012 DNF + 14 Laps 006 0 30
11 fabio muniz Marsch Team NeoBR Formula2 2012 NeoBR Formula2 2012 DNF + 15 Laps 005 0 25
12 Jean Fernandes Marsch Team NeoBR Formula2 2012 NeoBR Formula2 2012 DNF + 18 Laps 002 0 10
13 Breno Augusto Bottelino’s Formula2 2012 Formula2 2012 DNF + 20 Laps 000 0 0
14 Diego Jacometti Sinister Race Team NeoBR Formula2 2012 NeoBR Formula2 2012 Accident + 20 Laps 000 0 0

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: